Brasília, 18 de outubro de 2006

Arrecadação federal em setembro soma R$ 33,805 bilhões

A arrecadação de impostos e contribuições federais em setembro totalizou R$ 33,805 bilhões, apresentando crescimento real de 17,10% sobre igual mês do ano passado. É o melhor resultado da história para o mês de setembro. Em relação a agosto, houve aumento real de 10,20%, informou nesta quarta-feira o secretário da Receita Federal, Jorge Rachid.

No acumulado do ano, o governo federal arrecadou 286,634 bilhões – valor que corresponde a um crescimento de 4,60% na comparação com o mesmo período de 2005. Já a receita previdenciária atingiu em setembro R$ 11,22 bilhões, apresentando aumento real de 13,57% sobre o mesmo mês do ano passado.

De acordo com os dados, a arrecadação do Parcelamento Excepcional, instituído pela Medida Provisória 303, alcançou R$ 1,203 bilhão em setembro, ante R$ 764 milhões em agosto. Do volume pago pelas empresas no mês passado, R$ 380 milhões referem-se ao Imposto de Renda, R$ 300 milhões à CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido) e R$ 171 milhões à Cofins (Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social).

Resultado da arrecadação

Assessoria de imprensa da SRF

 

A Receita Federal agradece a sua visita. Para informações sobre política de privacidade e uso, clique aqui.
Atualize sua página