Brasília, 19 de outubro de 2006

Em 9 meses, Receita apreendeu R$ 131 milhões em Foz do Iguaçu

Em nove meses, a Receita Federal apreendeu, em Foz do Iguaçu, R$ 131 milhões em mercadorias contrabandeadas e piratas, volume 31% maior que o registrado no mesmo período de 2005. Só em setembro esse volume atingiu R$ 15,9 milhões. Para se ter idéia, em todo o ano de 2005 o valor das apreensões alcançou R$ 137,1 milhões.

Foz do Iguaçu é considerada a principal porta de entrada de produtos contrabandeados provenientes do Paraguai. A Receita vem intensificando a fiscalização na região, atuando de forma integrada com as policias para o combate à pirataria e ao contrabando no país. As ações têm resultado em redução no volume de produtos irregulares vendidos pelo comércio informal dos grandes centros.

Em setembro, na região, foram apreendidos 291 veículos, entre automóveis, caminhões, ônibus, caminhonetes e carretas. De janeiro a setembro, esse número atinge 2.470 veículos. Dentre as mercadorias mais apreendidas estão aparelhos eletrônicos e equipamentos de informática. Os eletrônicos tiveram volume 42% maior que em setembro de 2005 e a informática, 29%. Depois aparecem os cigarros, cujas apreensões caíram 46%. As de brinquedos também sofreram redução, de 60%.

As apreensões de CDs e DVDs em setembro somaram R$ 156 mil, apresentando crescimento significativo de 334% em relação a igual mês do ano passado. As de bebidas tiveram aumento de 207%, totalizando R$ 166 mil.

Assessoria de imprensa da SRF

 

A Receita Federal agradece a sua visita. Para informações sobre política de privacidade e uso, clique aqui.
Atualize sua página