Brasília, 20 de outubro de 2006

Cerca de 33 milhões ainda não entregaram a Declaração de Isento

A Receita Federal alerta que 33 milhões de pessoas ainda não entregaram a Declaração de Isento deste ano. A previsão é receber 63 milhões de declarações, mas até o momento foram entregues 30 milhões. O prazo para entrega termina em 30 de novembro.

"É recomendável não deixar para a última hora", adverte o supervisor nacional do Imposto de Renda, Joaquim Adir, lembrando que o volume de declarações entregues até agora é semelhante ao de igual período do ano passado.

É obrigado a apresentar a declaração quem recebeu até R$ 13.968 em 2005. A declaração pode ser feita nas casas lotéricas, Banco do Brasil e nos correspondentes bancários da Caixa e BB. Nesses locais é cobrada taxa de R$ 1,00.

O documento pode ser entregue também nos Correios, ao custo de R$ 2,40, ou gratuitamente pela internet na página da Receita (www.receita.fazenda.gov.br). Quem não entregar a declaração ficará com o CPF em situação pendente. Após dois anos, a inscrição é suspensa.

Assessoria de imprensa da SRF

 

A Receita Federal agradece a sua visita. Para informações sobre política de privacidade e uso, clique aqui.
Atualize sua página