Brasília, 06 de fevereiro de 2009

Receita Federal apreende 3,8 toneladas de cocaína no Porto de Paranaguá-PR

Operação conjunta da Receita Federal (ALF Paranaguá ) e da Polícia Federal, ontem, dia 05/02/2009, apreendeu 3,8 toneladas de cocaína que estavam na iminência de serem embarcados no navio MSC Nuria (IMO: 7416911), no Porto de Paranaguá-PR. O destino da droga seria a Espanha e, possivelmente, Romênia e/ou outros países europeus.

 

O valor estimado desta expressiva apreensão de cocaína no Porto de Paranaguá alcança 700 milhões de reais. A carga estava acondicionada em cinco conteineres carregados de madeira serrada, com origem no estado do Mato Grosso, e a exportação estava sendo feita por uma empresa paulista de comércio exterior.

 

Todos os trâmites do processo de exportação estavam sob monitoramento do setor de inteligência da RFB, em conjunto com o DPF, desde 31/01/2009, em função de notícia divulgada na Romênia sobre apreensão naquele país de um carregamento de 1.200 quilos de cocaína de alto teor de pureza, ocorrida em dezembro de 2008, no Porto de Konstanz, no Mar Negro, e que teria sido procedente do Brasil. O valor estimado no mercado negro daquele carregamento foi de cerca de US$ 63 milhões e teria sido uma das maiores apreensões de droga realizadas na Europa nos últimos dez anos.

 

A Receita Federal agradece a sua visita. Para informações sobre política de privacidade e uso, clique aqui.
Atualize sua página